José Maria Doria

José Maria Doria

Fundador e Presidente da EDT e da Fundación para la Educación y el Desarrollo Transpersonal.

A Escola de Desenvolvimento Transpessoal é um centro de formação que promove o desenvolvimento integral do ser humano através das suas quatro formações fundamentais.

Blog pessoal: http://blog.jmdoria.com/

Dou-te as boas vindas à minha apresentação pessoal

Olhando para trás, observo que a partir dos meus 28 anos comecei a sentir um grande impulso pela procura de sentido existencial e também uma vocação concreta para a partilha desses frutos com os outros.

Ao longo do caminho tive vários trabalhos e realizei um incontável número de viagens para Oriente e para Ocidente, com o propósito de me autodescobrir e de integrar o que ia compreendendo. Na verdade, sinto um grande contentamento por ter vivido aqueles momentos em que tive de arriscar tudo aquilo que era e que tinha, para poder seguir essa promessa intuitiva de maior amplitude e profundidade. Nessa partilha e difusão daquilo que ia compreendendo, reconheço que cometi múltiplos erros; pode dizer-se que aprendi e amadureci, caindo e levantando-me, sem deixar no entanto de converter o erro em experiência. Por outro lado, sinto-me satisfeito por ter oferecido a outros todo o entusiasmo e capacidade empreendedora que a vida continua a depositar na minha pessoa.

Contemplo o viver como um processo permanente de crescimento e, atualmente, conforme vou percorrendo a década dos 70 anos, permito-me reconhecer que apesar de continuar a cometer erros, o sofrimento ficou para trás. O meu ser gere razoavelmente bem os dolorosos obstáculos que a inteligência da vida põe no meu caminho com uma refinada sincronicidade. Nesse sentido, honro os meus pais e os meus antepassados, cujos exemplos de sabedoria me deixaram incalculáveis sementes na alma.

Tenho três filhos e alguns bons amigos. Desfruto da cumplicidade na relação amorosa e sinto entusiasmo ao cuidar do arranque da “Fundación para a

“Fundación para la Educación y el Desarrollo Transpersonal”
que, como responsabilidade social corporativa da Escola Transpessoal, tem o propósito de servir o desenvolvimento integral do ser humano.

Reconheço também que, ao acompanhar este projeto motivador, desperta em mim a gratidão e o reconhecimento perante a grande equipa de companheiros e profissionais que aportam o seu grande coração e entrega; companheiros que, com o seu espírito de cooperação e de serviço, cultivam um dia-a-dia pleno de sentido e de presença. Na realidade, a minha vida sem cada uma dessas pessoas que trabalham nesta aventura não seria impregnada da qualidade humana de que hoje goza. Nem tampouco seria possível a aprendizagem contínua que incorporo com cada um dos seus rostos.

A verdade é que aspiro a uma vida cada vez mais simples, a um dia-a-dia desde a presença, onde possa cultivar a compaixão e a escuta atenta.

Olhando para diante, espero que a minha morte ofereça um sorriso aos mais próximos e que, enquanto esta não chega, “ISSO que É”, ofereça à minha pessoa a força e o discernimento para continuar a aprofundar a dimensão transpessoal e a inspirar o coração daqueles que se cruzam no meu caminho.

Quem diria, quando comecei à procura de mim mesmo, quase às cegas, que a vida me iria oferecer tantas oportunidades para crescer e servir?

Obrigada por teres chegado até aqui,

José María Doria

Se a única oração que disséssemos na nossa vida fosse “Obrigada”, bastaria

– Mestre Ekhart